quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Juventude e Maturidade



A ansiedade e a pressa são nossos acompanhantes em nossa juventude. A fome de acontecimentos com rapidez é fato. É tão engraçado que vemos isso acontecer não somente conosco, mas com a maioria dos pessoas quando se é jovem. 

Com a maturidade, de maneira quase imperceptível, a paciência,a coerência e o bom senso começam a fazer parte de nossas características. 

Acredito que seja normal que façamos essa transição entre a juventude ansiosa e a maturidade paciente. O tempo nos transforma. Começamos a lembrar que tudo na vida acontece com o tempo. Até mesmo para nascermos levamos 9 meses. 

Entre essa passagem de maturidade escolhemos, aliás temos o livre arbítrio, para escolher entre o bem ou o mal. Posso dizer com toda a convicção que não somos totalmente do bem e nem totalmente do mal. Estamos sempre pairando entre eles. É claro, que fazemos um esforço para seguimos a luz. Mas somos seres humanos. E humanos erram. Se não erramos não seríamos mais humanos.

E é graças ao tropeços errôneos que crescemos, que aprendemos, que levantamos e seguimos em frente. Como uma criança que cai nos seus primeiros passos para poder aprender a andar, nós somos adultos que erramos, "caímos", na vida e aprendemos sempre.

A vida não teria graça sem os erros, sem conhecimentos, sem maturidade. Caminhar, às vezes por caminhos tortos, é necessário. Espinhos e pedras nos deixam calos. Mas com sorriso, amizades, amor e paciência, passamos por todos os per causos da vida.