quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Medo de envelhecer



O natural da vida é o envelhecimento. Medo dos 30, dos 40, dos 50, todos nós tínhamos e temos. Confesso que hoje tenho 37 anos e tenho medo dos 40. Ooooohhhhh meu Deus!!! O medo não é só envelhecer. Mas um conjunto de paranoias mentais. Indagações como: O que eu vou fazer da vida? O que me espera? Que rumo tomar? Será que vou morrer? Olha, tudo isso nos tormenta.

Mas isso é a vida. Vamos viver sem se preocupar com esteriótipos padronizados, achismos alheios, preocupações muitas vezes infundáveis. Vamos simplesmente viver! Respirar! Achar graça das pequenas coisas da vida.

Amar e deixar amar. Viver cada instante. Se sentir especial a todo momento. Sim, especial. Por que somos especiais. Somos lindos e maravilhosos. Afinal Deus nos fez sua imagem e semelhança.

Por que sofrer??? Cada idade nossa tem sua beleza natural. Saber dar valor em nossas rugas, em nossos cabelos brancos, é sabedoria. Sinto-me mais forte e cada vez mais preparado para as intempéries da vida. Chorar, gritar, desesperar-se vai ser vão. Faço tudo isso às vezes. É uma maneira de desabafar! Logo passa. E tudo volta a normalidade. 

É óbvio que tenho minha vaidade. O que custa uma tinta no cabelos e um creme no rosto para ajudar na aparência. Gente, envelhecer é uma coisa. Agora ser desleixado é outra. (risos)

Saber a hora certa dos acontecimentos da vida. Ter um olhar mais crítico e mais sábio das notícias. Sermos menos indiferentes as injustiças e mais brando nas opiniões. Enfim, com o passar da idade assimilamos várias adjetivos e novos conceitos. Sem aquela voracidade da juventude, mas com a paciência e a sabedoria da maturidade.